o medo do ‘adeus’

Nenhum adeus é pra sempre, nem mesmo os que tem que ser.

Isso às vezes dói, machuca. Acho que é por isso que eu tenho andado meio sem graça, meio fechado até pra alguns amigos próximos.

Senti na pele por muito tempo o que é ter medo do adeus, e quando ele finalmente veio, eu descobri que nada nem ninguém vai embora da sua vida tão fácil.

As marcas ficam, e às vezes não te deixam dormir.

E mesmo quando o sono voltar, você nunca mais será o mesmo.

Anúncios

desculpas ao vento

a conversa terminou lá pelas três,

mas só depois das sete o coração lembrou de doer…

eu senti que talvez devesse chorar,

mas preferi só afastar esses pensamentos confusos.

.

ironicamente, foi depois de distribuir tantos pedidos de desculpas

que eu finalmente fui percebendo o que estava errado.

mas agora é tarde, e só me resta soltar

esse último pedido de desculpas ao vento.

.

agora posso virar de vez as costas,

apertar com força a ferida no orgulho,

torcer pra essa hemorragia estancar logo,

e seguir em frente.